|| Orçamento / Etapas de Projetos
Blog

Orçamento / Etapas de Projetos

Orçamento / Etapas de Projetos

Por Mônica Mendes Padilha

Muitas vezes uma pessoa procura um arquiteto (a) e comenta que gostaria de um “desenhozinho” para ver os cômodos. Na arquitetura utilizamos um termo técnico que significa “Croqui”, que é um desenho inicial. Mas torna-se difícil oferecer ao cliente apenas um desenho simples, por motivos variados. Ao iniciar-se uma obra sem aprovar o projeto na prefeitura, pode-se sofrer multa, torna-se uma infração e para aprovar o projeto há etapas importantes.

A primeira delas é o topográfico do terreno, do lote ou da edificação existente (levantamento planialtimétrico), com isso temos os níveis, curvas de nível, dimensões reais em comparação com dimensões da planta da prefeitura (no caso de Belo Horizonte chama-se CP – Consulta por Planta).

Temos as fases do próprio projeto arquitetônico, o “briefing – conversa com o cliente, primeira entrega ou mostra do projeto (anteprojeto) e então desenvolvemos a etapa da aprovação (projeto legal).

Nessa etapa, entra o acompanhamento de um engenheiro civil, as prefeituras pedem o laudo de estabilidade do terreno ou da edificação, que pode ser assinado por um engenheiro civil ou por um geólogo. No caso do nosso escritório nós temos parceria com o engenheiro civil e quando fornecemos o orçamento do projeto arquitetônico já fornecemos junto o orçamento do cálculo estrutural e se necessário com sondagem inclusa, nessa etapa de aprovação o engenheiro fornece o laudo e o cálculo é desenvolvido quando a arquitetônico é finalizado, ele é encaminhado para aprovação junto à prefeitura e ao mesmo tempo encaminhado ao engenheiro civil que realiza o cálculo estrutural.

Há ainda o projeto executivo que inclui os projetos complementares, que não deveriam ser vistos como “complementares”, porque são muito importantes também: elétrico, hidrosanitário (hidráulico e esgoto) e outros como de comunicações, luminotécnico, de drenagem.

Para a construção civil de um modo geral se o cliente encomenda os projetos: elétrico e hidrosanitário, além dos já citados, arquitetônico e estrutural, já se forma uma base mínima interessante para uma construtora realizar um orçamento, por exemplo. Somado a isso a utilização de um software BIM, pode otimizar essa etapa de orçamento para o obra. Recomenda-se a presença de um profissional um arquiteto e/ou engenheiro civil para acompanhar a obra. Por isso, ao fornecermos a placa da obra através da aprovação na prefeitura, combinamos um valor mensal, que pode ser convertido em idas à obra, ou combinamos uma porcentagem do valor da construção para gerenciar a obra.

Por fim, a baixa habite-se da construção, dessa forma são três orçamentos e etapas diferentes: Orçamento de Projetos: Etapa 1 – Levantamento Planaltimétrico (Topográfico), Etapa 2 -Projeto Arquitetônico e Estrutural com Aprovação na Prefeitura, Etapa 3 – Projetos Complementares, Orçamento de Execução (Obra), Etapa 4 – Realização Obra, Orçamento para baixa na construção – Etapa 5 – Baixa e Habite-se.

Por Mônica Mendes Padilha – Arquiteta e Urbanista

Confira o vídeo com descrição de etapas construtivas: